sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Mesmo que eu queira, eu não sou uma Super Mulher




Eu juro que tento, quero e preciso dar conta de tudo, mas infelizmente não dá, não consigo.

Mas o que é este tudo? O que é realmente necessa´rio em minha vida?

Fazer esta pergunta, estabelecer prioridades ajudam a não desmoronar quando nos vemos frente as derrotas da vida, da falta de tempo, dos compromissos atrasados. Às vezes ajudam...

Correr e academia para mim são prioritários. Trabalhar é essencial. Cuidar da casa do marido e do filho idem. A Casa de Fricotes também é. E aí? O que acaba ficando para trás? Nem os blogs eu quero largar!

Tabelas, planilhas, listas ajudam. Disciplina e organização é essencial. Tudo para vc não perder o prumo. E olha que mesmo assim, perdi a reta. Comecei a pegar o rumo novamente esta semana.

Todo dia escuto de alguém: "não se cobre tanto!" Mas não é cobrar, é querer fazer tudo que se há para fazer, que depende de vc para ser feito.

Felizes eram nossas avós que tinham apenas obrigação de cuidar da casa, dos filhos e fazer um trabalho manual para distrair.

Realização pessoal é uma coisa que inventaram para vc se tornar um ser insatisfeito.


23 comentários:

  1. Oi Lindona,

    Nunca comentei no seu blog, mas desta vez vc me pegou...Esse seu comentário eu me pergunto sempre, correria na vida, trabalho em primeiro lugar, ás vezes a vontade é jogar tudinho para o alto, não é?? Nessa horas tento recorrer a Deus mesmo, oração...tenho vontade de ser dona de casa também...ter mais tempo, coisa rara na minha agenda...e olha...nem tenho blogs...
    Beijão e um abraço apertado...isso passa bola pra frente

    ResponderExcluir
  2. O Val, tô lendo um livro sobre isso: você pode ser feliz sem ser perfeita. Tb não consigo dar conta de tudo. Mas hj eu vejo com mais maturidade... Adorei ler seu post!!! É muito do que eu penso hoje em dia!!! Um bjo

    ResponderExcluir
  3. Eu tambem tento, tento ser essa Super e não consigo...mas estou amadurecendo e hoje já consigo olhar aquilo que não consegui fazer e pensar...faço quando der...rsrs

    E olha estou bem mais feliz...mas demorou até chegar aqui...rsrs

    Muita Luz e Paz
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá como vai, tudo bem com vc?
    estou dando uma passadinha por aqui e aproveito para convidar vc para conhecer o meu trabalho caso já não conheça , vem dar uma espiadinha
    fico te esperando
    www.vivendoartes-aleartes.com.br

    ResponderExcluir
  5. concordo plenamente lindeza.. e a cada dia a gente quer mais e mais abraçar o mundo.. bjoooooo e uma ótima sexta

    ResponderExcluir
  6. Pois é, amiga, também sou assim, IGUALZINHA ... São tantas atribuições, que às vezes não sei como aguentamos tantas coisas ... Mas vamos que vamos, vamos tentando ... Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Oi, magrelete, compactuo com sua inquietação. É difícil... mas a gente vai fazendo o melhor que podemos, não é mesmo?

    Bom final de semana.

    Beijinho,

    Cíntia Milanese
    www.magreletes.com

    ResponderExcluir
  8. Ufa! Não é fácil ser realizada e saudável!

    ResponderExcluir
  9. Essa é a vida da mulher moderna. Ah, se eu encontrasse as "loucas" que queimaram o sutiã eu juro que espancava, rsrsrs...
    Mas já que não tem jeito de retroceder ao passado, embora correr atrás dos nossos sonhos!
    Beijão.

    ResponderExcluir
  10. Sou assim tb, quero tudo ao mesmo tempo agora...é uma loucura. Mas vamos levando...


    Beijosssssssssssssssss
    ┌──»ʍi૮ђα ツ

    ResponderExcluir
  11. Oi, Valerie, eu tento não me cobrar muito para não pirar. Trabalhar fora, ter filha pequena e marido, casa para cuidar... Mas não esquento com a bagunça, com as coisas fora de ordem. Paciência... Não estou muito a fim de pirar. As atividades de casa são divididas com o marido. Tento fazer o almoço todos os dias. E é isso. Ajudo a filha com as tarefas de casa e se não conseguir fazer tudo num dia, tem sempre o dia seguinte. Beijos

    ResponderExcluir
  12. SAbe que queria ser uma super mulher, a minha prioridade são meus filhos, meu marido, e depois a casa hahahah, ai guria eu ando tão cansada da rotina do lar, aqui no norte agora é muito calor, minha pressão é baixa, eu ja acordo cansada, vou ter que começar a tomar uma vitaminas sei lá, to vendo ainda...mas eu ñão sou mais calma, vou arrumando uma coisa por vez, ah eu amo meu blog hehehe

    beijocas!

    ResponderExcluir
  13. Aiai eu desisti de me cobrar pq tava literalmente pirando. Entao me reservo o direito de nao fazer nada de vez em quando. Ocio criativo.

    ResponderExcluir
  14. vc falou tudo menina. eu não rasguei sutian nas luta feminista e fiquei com essa bomba nas costas...um horror..eu joguei o balde...hoje cuido "SÓ???" da casa, marido e filhos...e confesso que não dou conta...pq é filho que tem inglês, futebol, etc etc...tenho dois...é marido que acha que somos officeboy...e isso que o meu é ótimo... e tem essa coisa que o tempo hoje está passando mais rapido... boa sorte aí...bjs

    ResponderExcluir
  15. Sabe Val que lendo tua última frase, num primeiro momento a achei ideal e de fato o que parece é que estamos sempre em busca, o que invariavelmente gera frustração... Mas em seguida repensei e me questionei sobre nossas expectativas, metas e objetivos. Será que não estamos planejando demais e nos exigindo além? Recebi um texto por e-mail, 'a obsessão pelo melhor', fala de que não nos satisfazemos mais com nada, é de se pensar... E sigamos em busca do que almejamos, mas sem deixar de valorizar tudo o que conquistamos a cada dia.
    Abraço
    Ana (anacaroljs@yahoo.com.br)

    ResponderExcluir
  16. Deve ser chato bagarai* ser uma super mulher. A gente precisa ser humana pra ser super! srs


    beeeijos e se organiza ai ;)

    ResponderExcluir
  17. Oi Valerie,

    Acho que vc nem se lembra mais de mim.
    Fiquei muito feliz em reencontrar seu blog depois de tantos anos.
    Vc foi a primeira "comentarista" do meu blog em 2005!!!
    Fico feliz em saber que vc continua na lida, começou a correr e - apesar do sufoco - está se realizando em tudo!
    Quanto ao fato de ser super mulher, eu não me cobro mais.
    Aprendi a ser feliz e não perfeita.
    Quando meus filhos eram pequenos, eu abri mão de qualquer realização pessoal para cuidar, amar e participar da vida deles 24 horas por dia.
    Hoje eles são adultos e nem moram mais comigo.
    Me sobra tempo para namorar ainda mais com meu marido, viajar, sair e começar a realizar projetos antigos e que ficaram aguardando o tempo certo para serem vividos.
    TUDO AO SEU TEMPO!
    Não preciso (precisamos) provar nada pra ninguém.
    Assim curto mais a vida, meu tempo e as pessoas que amo.
    Bom te "rever".
    Estarei sempre por aqui.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Tão difícil ser mil em uma ,acho que esta certa ,quero ser assim também ,ter disciplina ,ter regras ,estou tentando ,acho que o mais importante é se hoje não deu ,amanhã voltar e continuar,beijos .

    ResponderExcluir
  19. Ai caramba acho que temos muito em comum, eu trabalho fora, tenho dois filhos, marido, casa pra arrumar, trabalhos voluntários como decoração da igreja onde congrego, lembrancinhas, enfim, estou exausta, pois ninguém sabe o duro que você dá pra que tudo saia perfeito, mas todo mundo sabe cobrar, e o pior eu ainda sou perfeccionista, quando planejo alguma coisa cuido de cada detalhe, mas apesar de reclamar, faço tudo com muita determinação e boa vontade, pois o resultado sempre me deixa muito satisfeita, e é essa satisfação que me mantém firme!!! Bjs!!!

    ResponderExcluir
  20. Saudade dos teus posts diários :D
    Ótima semana!
    bjs
    Ana
    [anacaroljs@yahoo.com.br]

    ResponderExcluir
  21. essa é a droga da modernidade, o povo arruma muita cosia pra fazer e não consegur dar conta de tudo... é tudo um estresse, uma coisa... o negocio é se organizar, fazer o que, encaixar as coisas, nem que certas coisas sejam cronometradas, mas... é o jeito! agora to tirando minha carteira pra sobrar tempo pra uma academia e pras corridas, pra mim tá sendo o jeito de assim conseguir mais tempo com minha familia e fazer tudo o que quero... bjus!

    ResponderExcluir
  22. Valerie cadê você, eu vim aqui só pra te "ler", rsrsrs...
    Volta logo!!
    Beijão.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo carinho. Não se esqueça de atualizar seu email no seu perfil do blog para que eu possa responder o seu comentário.

Comentários anônimos não merecem ser exibidos. Se a pessoa não tem coragem de se identificar não tem o direito de expor sua opinião. Aqui, todas as opiniões são respeitadas, concordando ou discordando, desde que as pessoas se identifiquem.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.